Ana Carolina se reencontra com Chico Buarque na faixa “Resposta da Rita”, uma divertida brincadeira com uma das mais emblemáticas canções do repertório de Chico, “A Rita”, que foi lançada em 1966.
Na música, Ana e Chico intercalam as letras das duas faixas, cantando um após o outro em forma de “pergunta e resposta”.

O samba, composto pela compositora mineira em parceria com Edu Krieger, pertence ao novo álbum de inéditas de Ana Carolina, #AC, que será lançado em junho com distribuição da gravadora Sony Music. Com músicas inéditas, #AC traz canções como “Leveza de Valsa”, de Ana Carolina com Guinga, a balada “Luz Acesa”, da cantora com Antonio Villeroy e já presente na trilha sonora da novela Flor do Caribe, e “Um Sueño Bajo El Agua”, parceria de Ana com Chiara Civello.

 

RESPOSTA DA RITA (Ana Carolina e Edu Krieger) e A RITA (Chico Buarque)

 

Não levei o seu sorriso

A Rita levou meu sorriso

Porque sempre tive o meu

No sorriso dela, meu assunto

Se você não tem assunto

Levou junto com ela o que me é de direito

A culpada não sou eu

E Arrancou-me do peito e tem mais

Nada te arranquei do peito

Levou seu retrato, seu trapo, seu prato,

Você não tem jeito faz drama demais

Que papel

Seu retrato, seu trapo, seu prato,

Uma imagem de São Francisco, e um bom disco de Noel

Devolvo no ato pra mim tanto faz

A Rita matou nosso amor de vingança

Construí meu botequim

Nem herança deixou

Sem pedir nenhum tostão

Não levou um tostão

A imagem de São Francisco

Porque não tinha não

E aquele bom disco estão lá no balcão

Mas causou perdas e danos

Não matei nosso amor de vingança

Levou os meus planos, meus pobres enganos, os meus vinte anos e o meu coração

E deixei como herança um samba também

E além de tudo

Seu violão nunca foi isso tudo

Me deixou mudo, o violão

E se hoje está mudo por mim tudo bem